top of page
bannertabiji1png.png

Wise: problema ou solução para a sua viagem ao Japão?

Atualizado: 18 de mai. de 2023

Popular sistema de transferências tem deixado a desejar quando usado para pagamentos no país



Taxas de câmbio, IOF, cobranças embutidas: essas são apenas algumas das preocupações que o viajante brasileiro tem para levar e usar seu dinheiro numa viagem ao exterior. São tantas as variáveis que, nos últimos anos, um boom de serviços de transferência de dinheiro digital surgiu com a promessa de oferecer soluções mais eficientes — e menos custosas — para os viajantes. Os resultados têm sido variados.


O mais popular deles é o Wise, bastante conhecido por quem mora fora do Brasil pelas competitivas tarifas no envio e recepção internacional de valores. Mais recentemente, o Wise expandiu sua carteira de soluções e passou a oferecer um cartão de pagamento sob a bandeira Visa. Muitos turistas brasileiros adotaram o sistema e têm trazido o cartão para o Japão na expectativa de facilitar as compras e, claro, economizar.


Porém, a expectativa não vem batendo com a realidade. Numa enquete realizada no meu Instagram, os usuários do Cartão Wise relataram uma série de problemas e imprevistos. Uma jovem definiu a experiência como “complicada”. “Em Tóquio, [em] quase nenhum [estabelecimento o cartão] passava”, conta ela que esteve no país em março deste ano. Ela percebeu que, em alguns lugares, o cartão funcionava com a tarjeta, mas não com o chip.


Outra usuária teve uma experiência que ela classificou como “ótima” com o serviço na Austrália. Porém, ela completa: “o Wise realmente não funciona bem no Japão”.


Um viajante relatou que conseguiu usar o cartão para pagamentos em grandes redes internacionais de restaurantes. “Mas [restaurante] tradicional mesmo, foi raríssimo [conseguir usar o cartão]”, explica ele. Ele, que esteve em diversas localidades do Japão, ressalta que o erro aconteceu em províncias diferentes. “Não foi algo local”, completa.


Vale citar que vários leitores — residentes e turistas — elogiaram a eficiência e a facilidade do serviço de envio e recebimento de recursos pelo Wise, incluindo saques nos caixas eletrônicos locais. Portanto, o problema se revelou mesmo no uso do cartão para pagamentos.


O que diz a empresa?

Procurei a Wise com uma lista de oito perguntas e prints dos comentários enviados pelos leitores no Instagram. O objetivo era saber se a companhia tinha ciência dos problemas e se tinha dicas e sugestões para que os usuários pudessem solucioná-los. A assessoria de imprensa da empresa enviou a seguinte resposta:


O cartão da Wise emitido no Brasil pode ser utilizado em qualquer um dos 200 países e territórios onde a Visa é aceita, incluindo o Japão. Não é necessário habilitar nada antes de usá-lo, ele é um cartão internacional. É importante frisar que o cartão não funcionará em estabelecimentos que apenas aceitem cartões locais, pois o cartão da Wise é internacional. Portanto, o estabelecimento deve aceitar pagamentos com cartões internacionais. E me parece que as situações reportadas pelos clientes estão relacionadas a isso. 

Testando com turistas

Diante da resposta da Wise, resolvi acompanhar o uso do cartão in loco. No último dia 13 de maio, atendi como guia um casal brasileiro e fizemos tentativas de usar o Cartão Wise durante um dia de passeio em Tóquio. A primeira delas, sem sucesso, foi numa loja de conveniência no movimentado bairro de Harajuku. O cartão não funcionou nem por aproximação, nem inserido na máquina.


Em seguida, os viajantes tentaram usar o Cartão Wise no táxi. Os táxis das empresas toquiotas contam com um amplo sistema de pagamentos eletrônicos, que inclui todas as bandeiras internacionais de cartões de crédito, uma série de aplicativos de pagamento e cartões de transporte locais como o Pasmo e o Suica. Aqui, também, o Cartão Wise não foi aceito, nem por leitura física do chip, nem por aproximação.


As tentativas seguintes foram num restaurante e num café, ambos equipados com um sistema de leitura de cartão bem moderno, conectado a um tablet e gerido pela Stripe, uma das empresas mais globalizadas no setor de recebimentos eletrônicos. Também nestes locais o Cartão Wise não passou. No café, a mensagem de erro era "cartão não reconhecido”.


Em todos os casos, o casal acabou fazendo o pagamento das compras e serviços com um outro cartão internacional da bandeira Visa, emitido por um grande banco no Brasil, o que confirma que as lojas e o táxi utilizados estão integrados ao sistema internacional de cartões de crédito.


O casal só conseguiu utilizar o Cartão Wise no dia seguinte, num caixa automático da rede de lojas de conveniência 7 Eleven e na função saque, corroborando o que outros usuários declararam na enquete que eu fiz no Instagram


Como houve casos em que o cartão foi utilizado com sucesso, é difícil entender o que pode estar acontecendo com tantos viajantes que não conseguem se beneficiar deste serviço oferecido pela Wise. Neste caso, para não ficar na mão, a decisão mais inteligente é ter pelo menos uma segunda opção na manga na sua viagem pelo Japão.


Tem outros relatos de uso do Cartão Wise? Conta para a gente aqui. A caixa de comentários é o último item da página. Role até o final e deixe a sua contribuição.

3.176 visualizações30 comentários

Posts recentes

Ver tudo

30 Comments


Lamentável, o cartão Wise, quase nunca é aceito nos estabelecimentos comerciais de Japão, incluindo restaurantes. Melhor ter alternativas para não ter que lavar pratos!

Like

Vocês converteram para iene? Ou estavam usando em real? Vi que isso pode ser um motivo, pq nao converte automático.

Like

Olá, Roberto! Vc saberia dizer se é possível, estando no Brasil, emitir o cartão pelo japão. Vi no site que cartão emitidos no japão podem ter entrega internacional.

Like

Olá, passei pelo Japão e Coréia do Sul em novembro/23 e (para minha surpresa) não tive problemas com o cartão. Levamos cartões WISE emitidos no Brasil (São Paulo) em meados de 2022, bandeira VISA.

Acho que demos sorte, diante dos comentários que tenho visto na internet.

Mas realmente passou em absolutamente TUDO. Quando chegamos, com medo, sacamos metade do dinheiro no aeroporto porque achávamos que eles não funcionariam, mas acabamos nos arrependendo pq daria pra pagar tudo no cartão. Nos últimos dias ficamos tentando nos livrar do dinheiro sacado rsrs.

Apenas para ilustrar, nós apenas mostrávamos o cartão ao atendente (sem dizer se era débito ou crédito) e ele funcionava na aproximação e no chip com senha, sem problemas.

Like
Replying to

Olá @Juliana obrigado pelo relato.

Fiquei curioso em relação à configuração da conta: vcs utilizaram a conta com o saldo em dólar (conversão automática), ou tinham o saldo já convertido em ienes?

Obrigado!

Like

Olá! Gostaria de relatar a nossa situação. Viajamos em três pessoas: eu, que já tinha um cartão da Wise há mais tempo, e minha irmã e meu amigo, que emitiram cartões recentemente, em abril, mas apenas o cartão do meu amigo chegou a tempo. Meu cartão foi aceito em diversos locais; embora, ocasionalmente, ocorressem alguns erros, ele sempre passava, seja por tarja magnética, aproximação ou chip. Já o cartão do meu amigo apresentou esses problemas que outros estão relatando. Chegamos a pensar que fosse um defeito no cartão. Ao retornar ao Brasil, solicitamos a reemissão, mas, como há uma taxa para isso, decidimos deixar como está.

Like
Replying to

Eu tive uma experiencia semelhante na Australia. Meu cartao emitido a mais tempo funcionou em todos os lugares e o da minha namorada, recem emitido nao passava em muitos lugares, varios desses o meu passava e o dela nao. Sinal que deve ser alguma alteracao que teve na Wise na emissao dos ultimos cartoes

Like
bottom of page