Amuleto japonês traz sorte para as ruas de São Paulo

Símbolo de resistência no Japão, o daruma ganhou uma escultura

que vai circular pela capital paulista


Daruma gigante na Praça da Liberdade (foto: Japan House/divulgação)

Quem andou pela capital paulista nos últimos dias pode ter esbarrado com uma estátua de mais de 2 metros de altura, preta e branca e sem olhos. É o daruma, considerado um amuleto da sorte pelos japoneses. A escultura ganha as ruas em uma ação da Japan House São Paulo, que desde 2017 divulga a cultura japonesa através de exposições e eventos.


Como qualquer coisa que acumula centenas de anos, a origem do daruma não é precisa, assim como as razões de sua forma e suas cores. Tradição entre os japoneses, o boneco que costuma ser comprado em templos budistas e usado como amuleto, seria uma adaptação mais recente de um outro brinquedo, o okiagari koboshi, só que inspirado na figura do monge indiano Bodhidharma. Ele está presente também em brincadeiras infantis e em cultos e festivais populares.


Bodhidharma teria sido o responsável por levar o zen budismo à China, de onde acabou trazido para o Japão. Muitas histórias envolvem a figura do monge: alguns dizem que ele perdeu as pernas e os braços, ambos atrofiados, por meditar por muitos anos; outros falam que cortou as próprias pálpebras a fim de não adormecer e conseguir alcançar a iluminação através da meditação, “enxergando com a mente, não com os olhos”. Por isto, além de sorte, o daruma também é símbolo de resistência e perseverança.


Desta última “lenda” teria surgido o ritual que envolve o daruma nos dias de hoje. O boneco tem dois grandes “vazios” no lugar dos olhos. Ao fazer um pedido, o fiel deve pintar um deles e, caso seja atendido, pintar o segundo. O ritual é conhecido como “o abrir dos olhos” e tem forte significado dentro do budismo japonês.


Circulando desde o último dia 17, o Grande Daruma da Japan House é um desejo de boa sorte e positividade que a instituição quer propagar pela cidade. Na Campanha Daruma, o boneco irá circular por alguns pontos de São Paulo até o dia 27 de fevereiro, começando na Praça da Liberdade e terminando em frente à sede da Japan House.


Quem está na capital paulista vai poder interagir com a figura tirando uma foto e, após a instalação de um filtro (QR Code no local), pintar um dos olhos do boneco e fazer um pedido. Uma forma lúdica de buscar sorte e proteção em tempos tão difíceis e de confirmar nossos objetivos em forma de pedidos.


SERVIÇO

Campanha #DARUMAJHSP

evento de intervenção urbana e digital

nas ruas: de 17 de janeiro a 27 de fevereiro de 2022

nas redes sociais da Japan House: de 17 de janeiro a 31 de março de 2022

daruma.japanhousesp.com.br


 

edição: Roberto Maxwell (@robertomaxwell)


63 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo